Notícias

Cidade de Janaúba recebe Seminário de Desenvolvimento de Fornecedores Locais

Seminário faz parte do projeto de implantação Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas que traz como benefícios geração de empregos, renda e oportunidades para o desenvolvimento dos cidadãos.

Empreender, valorizar e criar parcerias fortes capazes de gerar desenvolvimento para o município. Esses são alguns dos objetivos traçados durante o Seminário de Desenvolvimento de Fornecedores Locais realizado na última quinta-feira, oito de agosto, na Cidade de Janaúba. O evento promovido pelo SEBRAE – MG contou com a participação de funcionários dos municípios de Janaúba, Monte Azul, Porteirinha, Serranópolis de Minas e Montezulma e faz parte do projeto de Implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas que buscam executar a Lei nos respectivos municípios.


Essa foi à primeira das três etapas que serão realizadas dentro do projeto e teve como palestrante o Economista Edvar Dias Campos. No decorrer dos dois dias em que foi promovido (oito e nove de agosto), o Seminário debateu sobre a importância da aplicação da Lei Geral, como explicou o economista. “Temos como objetivo nesse seminário tirar a Lei Geral do papel nos municípios em que ela se aplica no sentido de começar a dar os benefícios e buscar por fornecedores dentro de cada cidade para que isso gere desenvolvimento para o próprio município. Precisamos desenvolver empresários locais fazendo com que a cidade cresça economicamente e nos demais setores envolvidos. Assim, cada cidade poderá investir os recursos recebidos dentro do comércio local, não precisando destinar esse dinheiro para outros lugares, promovendo o desenvolvimento regional.”. A Lei Geral cria várias possibilidades para o fortalecimento dos pequenos negócios, reduzindo consideravelmente a burocracia para abertura, funcionamento e encerramento de uma pequena empresa, equacionando a tributação de forma que permita uma carga tributária mais justa, abrindo novos mercados, estimulando a inovação e o associativismo para torná-los competitivos.


Para que esse trabalho aconteça e gere resultados Edvar ressalta que se faz necessária à união entre prefeituras e empresários locais. “A parceria entre empresários e prefeituras se faz necessária por vários fatores tais como: a prefeitura possui inúmeras ferramentas que munem os empresários de informações importantes para a execução do trabalho; o empresário precisa cada vez mais de uma gestão melhorada para que dessa forma possa quitar os tributos existentes; a arrecadação dos tributos permite que a prefeitura realize ações de melhoria para o município. Dessa forma vemos que esse trabalho em conjunto favorece ambas as partes, e principalmente o município.”. O palestrante ressalta ainda que a prefeitura tem que ver o empresário como seu melhor cliente sendo que a união desses permite uma melhor gestão do empresário e o aumento da arrecadação da prefeitura resultando assim no desenvolvimento do município.


Durante a abertura do Seminário, o Gerente do SEBRAE-MG Região Marco Norte, Jadilson Borges, reforçou aos presentes que as capacitações para o projeto de implantação da Lei buscam sanar dúvidas dos participantes a fim de que a lei saia do papel e seja aplicada nos municípios. “No decorrer desse trabalho vamos enfatizar a importância da aplicação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas a fim de que ela seja aplicada nos municípios participantes. Essa é uma lei que beneficia o micro e pequeno empreendedor e as cidades em que as pequenas e médias empresas estão inseridas. Muitos municípios já fazem uso da Lei e precisamos aplicá-la na nossa região também. Por isso os agentes que estão representando as prefeituras precisam estar ativos nesse trabalho para a obtenção de resultados.”. A segunda capacitação para implantação do projeto será realizada na cidade de Porteirinha e irá tratar sobre a desburocratização. Em seguida a terceira etapa será feita em Serranópolis de Minas com o treinamento de empreendedor individual.