Notícias

SECRETARIA DE SAÚDE PROMOVE AÇÕES DURANTE SEMANA DA LUTA ANTIMANICOMIAL

Com o lema “Por uma Sociedade sem Manicômios”, diferentes categorias profissionais, associações de usuários e familiares, instituições acadêmicas, representações políticas e outros segmentos da sociedade questionam o modelo clássico de assistência centrado em internações em hospitais psiquiátricos, denunciam as graves violações aos direitos das pessoas com transtornos mentais e propõem a reorganização do modelo de atenção em saúde mental no Brasil a partir de serviços abertos, comunitários e territorializados, buscando a garantia da cidadania de usuários e familiares, historicamente discriminados e excluídos da sociedade. O movimento da reforma psiquiátrica resultou na aprovação da lei 10.216 de 06 de abril de 2001, nomeada “lei Paulo Delgado”, que trata da proteção dos direitos das pessoas com transtornos mentais e redireciona o modelo de assistência. este marco legal estabelece a responsabilidade do estado no desenvolvimento da política de saúde mental no Brasil, através do fechamento de hospitais psiquiátricos, abertura de novos serviços comunitários e participação social no acompanhamento de sua implementação.

Para lembrar e conscientizar a sociedade sobre a importância deste movimento, todos os anos, comemora-se, com várias atividades, a Semana da Luta Antimanicomial, sendo que 18 de maio é o Dia Nacional. Nesse ano teve como tema: ”ATENTAS E FORTES: TANTÂS SEM TEMER OS GOLPES”.

A RAPS – Rede de Atenção Psicossocial, em Janaúba, é composta por 04 serviços: CAPS II, CAPSi, CAPS AD III e UAI. Nesta semana teve uma intensa programação com as seguintes atividades:

- Culto e missa em ação de graças;
- Seminário;
- Show de Talentos;
- Passeata e momentos de confraternização com familiares e usuários dos serviços, juntamente com os profissionais.