Notícias

Janaúba não está incluída na área de risco da febre amarela

O governo de Minas Gerais tem adotado uma série de medidas para conter o surto de febre amarela nas regiões endêmicas de Coronel Fabriciano, Teófilo Otoni, Manhumirim e Governador Valadares. Entre as últimas ações criadas pelo Estado está a campanha contra a febre amarela, a vacina é sua maior proteção, que já está sendo veiculada nas áreas de risco.

Janaúba não está incluída na área considerada de risco pelo Estado, no entanto a secretaria municipal de saúde está atenta à situação.

Um cronograma foi traçado e a vacinação acontece de forma normal no município, seguindo o seguinte roteiro (imagem).

Os atendentes das Unidades Básicas de Saúde estão preparados para sanar qualquer dúvida à população. O transmissor da febre amarela na região urbana é o Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue a febre chikungunya e o Vírus Zika. Para combater o Aedes aegypti e evitar a sua picada, existem alguns cuidados que podem fazer toda a diferença, como:






  • Manter as garrafas vazias ou baldes viradas para baixo; 

  • Não deixar entulho no quintal ou nas ruas e varrer diariamente a água parada;

  • Cobrir as caixas d'água, poços ou piscinas e manter as calhas de água limpas;

  • Colocar terra ou areia nos pratos dos vasos das plantas;

  • Manter lata de lixo devidamente tampada e jogar no lixo cascas de coco, latas de refrigerantes, copo plástico, garrafas, embalagens, etc;

  • Guardar pneus em locais cobertos, longe da chuva. Faça furos na parte de baixo ou entregue no serviço de limpeza;

  • Tampar os ralos pouco usados com um plástico, jogando água sanitária no cano 2 vezes por semana;

  • Diminuir o número de bebedouros de cães, gatos e passarinhos e manter o aquário limpo e fechado; 

  • Colocar telas de proteção nas janelas e mosquiteiros na cama para dormir.


Além disso, para se proteger é também recomendado usar repelente e calça comprida e sapato fechado, pois o mosquito da dengue tem o hábito de picar os pés e as pernas.