Notícias

Passeata em Janaúba marca o Dia Nacional da Luta Antimanicomial

luta tem como objetivo conscientizar a sociedade dos direitos das pessoas com sofrimento mental e mobilizar a todos fazendo valer o respeito com esses cidadãos e seus familiares.

A Prefeitura Municipal de Janaúba, através da Secretaria de Saúde, realizou, na manhã desta quarta-feira (18 de maio), uma passeata em comemoração ao movimento da luta antimanicomial. A luta tem como objetivo conscientizar a sociedade dos direitos das pessoas com sofrimento mental e mobilizar a todos fazendo valer o respeito com esses cidadãos e seus familiares. O tema da Semana Antimanicomial de 2016 é "Eles passarão, nós passarinho", uma referência ao "Poeminha do contra", do gaúcho Mário Quintana (1906-1984).


A solenidade contou com a presença do prefeito de Janaúba, Yuji Yamada, o secretário de Saúde, Gilson Urbano,  Psicanalista e Coordenadora Municipal da Saúde Mental de Janaúba, Marilena Soares, além de profissionais e usuários da Saúde Mental, que compreende os serviços dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS),  Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência (CAPSi), Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) e Unidade de Acolhimento Infanto-Juvenil (Uai), entre outros, bem como seus familiares.


O Movimento da Luta Antimanicomial teve seu início marcado em 1987, em continuidade a ações de luta política na área da saúde pública no Brasil por parte de profissionais de saúde que contribuíram na própria constituição do SUS. Naquele ano, a discussão sobre a possibilidade de uma intervenção social para o problema da saúde mental, especificamente, dos absurdos que aconteciam nos manicômios ganhou relevância, permitindo o surgimento específico deste movimento. Desde então a participação paritária de usuários de serviços e seus familiares se tornou característica deste movimento. Em 1987 estabeleceu-se o lema do movimento: "Por uma sociedade sem manicômios", e o 18 de maio foi definido como o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, data comemorada desde então em todo o país. 


O prefeito Yuji Yamada parabenizou a equipe de Saúde Mental e disse que essa é uma luta que deve ser fortalecida ano a ano, com a responsabilidade e a competência essenciais, especialmente nesse tipo de trabalho.


O Secretário de Saúde, Gilson Urbano, destaca a importância de se enxergar a família no contexto dessa luta. “No tratamento do usuário da Saúde Mental, a família é parte integrante, pois ela ajuda o sujeito no resgate de sua inclusão na sociedade, e esta deve também enxergar o portador do sofrimento mental sem preconceitos”, explica.