Notícias

CENTRO VIVA VIDA AMPLIARÁ SERVIÇOS E ATENDERÁ PELO NOME DE CENTRO DE ESPECIALIDADES MÉDICAS (CEM)

Mudança representa reconhecimento para cidade de Janaúba que foi escolhida para receber programa do Governo de Minas em virtude dos resultados positivos apresentados na área da saúde

Ao contrário do que tem sido noticiado na cidade de Janaúba nos últimos dias, o Centro Viva Vida não fechará as portas ou encerrará suas atividades no município. Ao invés de parar os atendimentos, o espaço passará por adequações atendendo novas especialidades não apenas aos moradores deste município, mas também os moradores das cidades vizinhas. Isso por que, o Centro Viva Vida, através de um novo programa implantado pelo Governo de Minas, passa a se chamar Centro Médico em Especialidades (CEM) ofertando mais qualidade de vida para a população.


O CEM é uma articulação de pontos de atenção a saúde, de abrangência regional que ofertará atenção especializada ambulatorial, organizado por meio de diferentes modelagens organizacionais, de acordo com as linhas de cuidado de redes de atenção, ordenado pela Atenção Básica de Saúde. Isso significa que, caberá ao CEM, gerenciar os atendimentos que passarão a acontecer nas Policlínicas da cidade sendo estes, específicos. Na prática, a mudança na forma organizacional do Vivia Vida, que agora é um Centro de Especialidades Médicas, permitirá que mais pessoas sejam atendidas em menor quantidade de tempo.


 


“A proposta do Governo de Minas é ampliar a cartela de atendimentos prestados desafogando o Centro Viva Vida e aumentando as possibilidades dos pacientes. Isso por que, além dos atendimentos ofertados em Janaúba, os municípios de Monte Azul e Porteirinha, passarão a ser “braços” do CEM. Dessa forma, esses locais oferecerão a algumas especialidades médicas, sendo que em Janaúba serão ofertadas as mesmas especialidades que são oferecidas hoje e mais àquelas de maior dificuldade de acesso e que os pacientes precisam ser encaminhados para Montes Claros e Belo Horizonte. Assim, mais pessoas poderão ser atendidas sem que haja o desgaste físico e até mesmo emocional dos pacientes. Muitas vezes, esses passam horas nas estradas para chegar a Janaúba e em outros municípios, ou precisam ser descoladas para outros Centros para consultar”, é o que afirma o secretário de saúde Gilson Urbano.


Na prática, funcionará desta forma: se antes o Centro Viva Vida Hiperdia se limitava a atender pacientes diabéticos e gestantes de alto risco, ao se transformar em CEM, ele passará a ofertar atendimentos nas seguintes áreas: neurologia, nefrologia, oftalmologia, ortopedia, radiologia além de realizar pequenas cirurgias.  Entretanto, esses serviços acontecerão nas Policlínicas Regionais. A regulação dos pacientes - o encaminhamento - será feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS) por meio das Unidades Básicas de Saúde. Já o espaço físico do CEM, contará com a parte tecnológica de maior complexidade realizando exames especializados como mamografias, ultrassonografias, entre outras. Além de gerenciar os atendimentos feitos em Janaúba, caberá ao CEM, gerenciar os atendimentos nas sub sedes situadas municípios citados, encaminhando os pacientes para os serviços necessários.


 


Para a coordenadora do Viva Vida, agora CEM, Vívian Lopes, essa mudança representa para Janaúba uma importante conquista, uma vez que a cidade foi contemplada para receber estes benefícios em virtude do trabalho bem desenvolvido no município. “Somos referência em atendimento na região e conseguimos manter esse nível mesmo sem recursos de outros municípios. Agora, com a nova política do CEM, as 15 cidades pertencentes à microrregião da Serra Geral, passarão a contribuir financeiramente com os serviços prestados. Janaúba por sua vez, foi escolhida para receber o CEM por estar, comprovadamente, capacitada e preparada para atender as demandas exigidas pelo Governo para implantação deste programa. Isso representa mais conforto e acesso a saúde de qualidade para nosso pacientes.”


Cerca de quatro mil pessoas são atendidas mensalmente no Centro Viva Vida. Entre essas pessoas, gestantes de alto risco que precisam viajar por estradas nem sempre adequadas para poder chegar ao Viva Vida a fim de fazer o pré-natal. Muitas vezes, essas pacientes precisam retornar a Janaúba para mostrar os exames feitos ao médico e, em virtude das dificuldades de locomoção, acabam desistindo da consulta. Agora, elas terão esses atendimentos mais próximos, e com a mesma qualidade, diminuindo os índices de mortalidade e de doenças. “Fomos escolhidos como sede deste serviço por estarmos preparados para atender essas pessoas. Além disso, temos um recurso na ordem de 150 mil reais para realizar as adequações necessárias para a ampliação dos serviços necessários. Esperamos com essa mudança, atender com mais eficiência a população como um todo. Nosso compromisso é com a melhoria dos serviços de saúde, e é por isso que estamos trabalhando”, reforçou o secretário.


 As mudanças citadas devem acontecer a partir do segundo semestre, sendo que os pacientes com consultas agendadas serão atendimentos. Nesta última quarta - feira (30 de março), o secretário municipal de saúde, Gilson Urbano concluiu o alinhamento técnica para a liberação imediata do valor de R$ 149.400,00 para as reformas e adequações do atual Centro Viva Viva para atender ao CEM. Para o secretário este recursos são fundamentais para melhorar a estrutura física e as adequações elétricas e desta forma muitos equipamentos poderão funcionar com maior capacidade e quantidade.