Notícias

PREFEITO DE JANAÚBA SE REÚNE COM BISPO E DISCUTE FALTA DE CHUVAS E VIOLÊNCIA URBANA

Em encontro realizado na residência episcopal, Yuji Yamada propôs ação entre comunidade, igreja e município.

O Prefeito de Janaúba, Yuji Yamada, acompanhado do Chefe de Gabinete, Paulo Nunes, e do Vereador Paulo Roberto de Oliveira (Pauleca), se reuniu na manhã desta quarta-feira, dia 21 de outubro, com o Bispo da Diocese de Janaúba, Dom Ricardo Guerrino Brusati, em sua residência episcopal. Na reunião, o refeito discutiu junto ao representante da diocese, o problema da falta de chuvas na região e o aumento da violência urbana, com o intuito de aproximar a igreja e o município para execução de ações de enfrentamento dos problemas citados.



Durante o encontro, Yuji Yamada mostrou-se preocupado com a estiagem que assola Janaúba e região, cuja previsão para os próximos dias é pessimista. Em conversa com o Bispo, Yamada sugeriu que seja feito um movimento para que toda a comunidade que sofre com a seca se una em oração pela chuva. A ideia é de que esta ação seja feita em parceira com padres, pastores de igrejas evangélicas e líderes religiosos e a comunidade como um todo.


Dom Ricardo aproveitou a oportunidade para tratar do problema da violência, e propôs um manifesto unindo também todos os cristãos, comunidade e a administração pública. “Nesse momento devemos contar com todos os segmentos da comunidade, em busca do bem público e das futuras gerações”, disse o Bispo. Em relação ao manifesto pela paz, o Bispo acredita que é possível aproveitar o Ano Santo, que ocorrerá entre oito de dezembro deste ano até 20 de novembro de 2016. Nesse período, os fieis são chamados a realizar uma breve peregrinação rumo à Porta Santa, aberta em cada Catedral ou nas igrejas estabelecidas pelo Bispo Diocesano, e nas quatro Basílicas Papais em Roma.


O Vereador Pauleca afirmou que buscará o apoio dos demais vereadores na Câmara Municipal, para a efetivação da demanda apresentada. Ele disse que é necessário também levar essa campanha às escolas e aos bairros com maiores índices de violência em cada cidade. Ao final do encontro, Yuji saiu otimista e afirmou que “as nas próximas semanas as ideias discutidas deverão ser colocadas em prática”.