Notícias

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SENSIBILIZA MULHERES PARA PREVENÇÃO E COMBATE AO CÂNCER DE MAMA

Durante campanha Outubro Rosa, SMS leva informação às mulheres janaubenses e sensibiliza a sociedade para a prevenção da doença.

Durante o mês de outubro, em que acontece a campanha de combate ao câncer de mama, a Secretaria Municipal de Saúde realiza diversas atividades em Janaúba e nos distritos do município. Na tarde de ontem, foi a vez da Escola Municipal Emídio Pereira receber a palestra promovida pela equipe de Mobilização em Saúde, sobre o combate a esse câncer.


O encontro reuniu mulheres de todas as idades que puderam assistir palestra promovida pela Enfermeira Juliana que falou sobre a doença e explicou como se prevenir. Em sua fala, Juliana afirmou a importância do auto exame e mostrou como esse exame deve ser feito. As mulheres da plateia aproveitaram para tirar dúvidas e ficarem ainda mais informadas sobre esse câncer.


Só neste ano, mais de 57 mil brasileiras vão começar a travar a batalha contra esse câncer. A cada quatro novos casos de câncer descobertos, um é de mama. Ele é relativamente raro antes dos 35 anos. Acima desta idade, sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos.


Diagnóstico


O diagnóstico precoce é fundamental. Isso porque o câncer de mama metastático pode ocorrer em decorrência da evolução de um câncer de mama detectado e tratado em estágio anterior ou em função do diagnóstico tardio da doença. A realização anual da mamografia para mulheres a partir de 40 anos é importante para que o câncer seja diagnosticado precocemente.


O autoexame é muito importante para que a mulher conheça bem o seu corpo e perceba com facilidade qualquer alteração nas mamas e assim procure rapidamente um médico. Vale lembrar que o autoexame não substitui exames como mamografia, ultrassom, ressonância magnética e biopsia, que podem definir o tipo de câncer e a localização dele.


Tratamento


O câncer de mama tem pelo menos quatro tipos mais comuns e alguns outros mais raros. Por isso, o tratamento não deve ser padrão. Cada tipo de tumor tem um tratamento específico, prescrito pelo médico oncologista.Entre os tratamentos estão a quimioterapia e radioterapia, a terapia alvo e a imunoterapia.