Notícias

PERIGO EM DOBRO: Começa campanha de combate à Dengue e Chikungunya em Janaúba

Já está nas ruas, residências, em forma de camisetas, adesivos de automóveis e, em breve, com anúncios em carros de som e outros meios de comunicação, a campanha da Prefeitura de Janaúba contra a Dengue e a Chikungunya. Pela primeira vez, serão focalizadas as duas doenças, já que são transmitidas pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti.


Com o slogan “Dengue e Chikungunya - Perigo em Dobro”, a campanha lançada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, na manhã da última quarta-feira, (28) na Praça Doutor Rockert, em frente à referida secretaria, tem o objetivo de conscientizar a população para os riscos dessas doenças que podem levar à morte.


A solenidade de lançamento da campanha contou com a presença do prefeito Yuji Yamada, Paulo Nunes (Chefe de Gabinete), secretários Domingos Pereira (Obras e Serviços Urbanos), José Maria da Silva (Administração Fazenda e Recursos Humanos), Gilson Urbano (Assessor Técnico da secretaria de Saúde), na ocasião representando a secretária de Saúde, Lara Jamille, Antonino Neves Júnior (Diretor de Vigilância em Saúde), Ewerton de Oliveira (coordenador de Endemias), vereadores Carlos Isaildon, José Tarcísio Mendes (vice-presidente da Câmara Municipal), além de demais representantes da comunidade.


“Apesar de ainda não termos casos de Chikungunya na cidade, e índice de infestação pelo Aedes aegypti menor que 1% (0,73%) de acordo com as últimas informações do Mapa da dengue, ou Levantamento Rápido do Índice de Infestação (LIRA). É importante alertar a população para as duas doenças. Essa é a linha adotada pelo Ministério da Saúde, pois o mosquito da dengue está mais perigoso. Por isso, o combate ao Aedes é ainda mais importante. E, embora a população já conheça as formas de prevenção, precisamos sempre reforçá-las”, disse Gilson Urbano.


Urbano destacou que a considerável queda na infestação pelo mosquito na cidade, inferior a 1%, é resultado da soma do trabalho da população e dos agentes de endemias e da vigilância em saúde.


Ainda de acordo com ele no período de 2008 a 2012, o município de Janaúba se colocou com uma das cidades brasileiras com maior incidência de dengue, e graças ao enfrentamento por parte da Secretaria de Saúde e da comunidade, o quadro atual é tranquilo, mas, ainda assim, não se deve descuidar em relação ao mosquito que deve ser combatido dia a dia por todos.


Urbano também alertou para os cuidados com lotes vagos, pneus e outros recipientes que possam contribuir para a proliferação do mosquito no município.


Vestindo a camiseta da campanha, o prefeito Yuji agradeceu aos agentes pelo desempenho no combate ao Aedes, dizendo que o momento é de segurar para manter o índice ou buscar sua redução ainda mais.


Durante a campanha os moradores visitados pelos Agentes de Controle de Endemias (ACEs) e Vigilância epidemiológicas recebem informações sobre as doenças que têm sintomas bem parecidos. Porém, a única e grande diferença está na chikungunya que causa também inchaço nas articulações das mãos e pés (dedos tornozelos e pulsos) que resultam em sequelas, que podem durar até 3 anos. 


Com isso, a melhor campanha que deve prevalecer entre os moradores sobre tudo que deve ser observado em casa, para manter longe o Aedes aegypti são os cuidados devidos que passam pela conscientização de cada cidadão.


“Estudos indicam que uma pessoa pode ter dengue e chikungunya ao mesmo tempo. Por isso, essa é a hora de redobrarmos todos os cuidados na guerra contra o mosquito”, disse Gilson Urbano.


PROJETO


O Projeto contra a Dengue e a Febre Chikungunya: O Perigo Agora em Dobro, que foi idealizado pela Secretária Municipal de Saúde Lara Jamille Silveira Silva e elaborado, juntamente com toda a equipe técnica e administrativa da Secretaria Municipal de Saúde, tem como objetivo conscientizar a todos do dever de cada um mobilizando para uma ação conjunta.


Entre os cuidados que todos devem ter, a secretaria de Saúde destaca: não deixar água parada em nenhum recipiente e destinar corretamente o lixo, entregando na coleta. Dever de cada cidadão.


REUNIÃO


No dia 27 de janeiro de 2015 houve uma reunião com presença do prefeito, assessores e de toda a Assessoria Técnica da Secretaria Municipal de Saúde. A Campanha contra a Dengue e Chikungunya - O Perigo Agora em Dobro foi apresentada, inicialmente, aos servidores que executarão as atividades a serem desenvolvidas. O material educativo escolhido foi de longa durabilidade, sendo camisetas, adesivos para veículos automotores e plotagem na fachada da Secretaria Municipal de Saúde. Com isso, o material permanece por mais tempo e circula por todo o município. Também é ecologicamente o mais correto em relação a panfletos e cartazes.


Como parte do programa do lançamento da campanha houve a apresentação cultural de Foliões de Santos Reis dos Bairros Santo Antônio e Santa Cruz, que além do canto religioso, apresentou também um sapatiado, dança típica da região, como o “Batuque”, abrilhantando o evento e motivando a participação das pessoas presentes. Assim a valorização da cultura local.


O Diretor Municipal de Vigilância em Saúde, Antonino Júnior, apresentou dados epidemiológicos do município que mostram registrados no ano de 2013, 2048 casos suspeitos de dengue e desses 557 foram confirmados laboratoriais e no ano de 2014 somente 58 suspeitos com 05 confirmados, havendo uma redução significativa.


O Assessor Técnico da Secretaria Municipal de Saúde Gilson Urbano apresentou todo o material educativo a ser usado e pediu a participação efetiva de todos. O Prefeito Yuji Yamada também parabenizou toda equipe de trabalho, agradeceu a presença e parceria da população e outros órgãos e fez entrega do material educativo a autoridades presentes.


Logo após o lançamento da campanha os agentes de controle de endemias, agentes comunitários de saúde e fiscais sanitários seguiram para o bairro Cerâmica para uma mobilização porta a porta. No dia 29, no bairro Esplanada e no dia 30, no bairro Isaías Pereira.


O vírus pode afetar pessoas de qualquer idade ou sexo, mas os sinais e sintomas tendem a ser mais intensos em crianças e idosos. Além disso, pessoas com doenças crônicas têm mais chances de desenvolver formas graves da doença. Uma mesma pessoa pode ter Dengue e Chikungunya ao mesmo tempo.