Notícias

Por falta de recurso do Estado, prefeito Yuji prioriza atendimento do Viva Vida à população de Janaúba

Mesmo passando por dificulades em manter o atendimento por falta do compromentimento do Governo do Estado (gestão anterior) em fazer o repasse destinado a manutenção dos serviços básicos de saúde que lhes são atribuídos, ao Centro de Saúde Viva Vida, o prefeito Yuji Yamada garante o funcionamento do referido Centro de Saúde priorizando a população janaubense.


Quem explica sobre o assunto é Gilson urbano de Araújo - Assessor de Planejamento e Gestão da Secretaria Municipal de Saúde de Janaúba. De acordo com Urbano, o Viva Vida é responsável pelo atendimento da Região de Saúde de Janaúba, o que equivale a uma população de mais de 300 mil habitantes, tornando-o referência param toda a região. Mas, como ao longo dos últimos meses a Prefeitura não vinha recebendo do estado o repasse de R$ 400 mil destinados à manutenção das carteiras de serviços do Centro Integrado e mais R$ 150 mil para o Centro Hiperdia, a Secretaria de Saúde não teve outra alternativa se não promover a readequação do atendimento, priorizando a população janaubense. Gilson informa que, do repasse em atrazo o estado repassou apenas duas parcelas de R$ 80 mil no último dia 12 de dezembro.


Para o assessor de Planejamento e Gestão da Secretaria de Saúde gorutubana, o Centro Viva Vida não foi fechado, o que houve foi uma reorganização da agenda de funcionamento, em razão da falta de repasse de recurso ano passado. Com isso, a Secretaria de Saúde se viu obrigada a paralizar o serviço de atendimento à população de outros municípios.


ESPERANÇA NO NOVO GOVERNO


Gilson Urbano espera, que a partir deste mês o Viva Vida volte à sua normalidade com atendimento pleno para a população de Janaúba e da Serra Geral, por acreditar que o estado, agora com novo governador, Fernando Pimentel, reveja o financiamento dos serviços, inclusive dos atrazados. Caso contrário, o município seria obrigado a sacrificar outros serviços afetando o atendimento, também em nível local. Ainda de acordo com ele o estado já foi comunicado sobre o problema, mas não havia pronunciado sobre o assunto até a data do dia 08 de janeiro últtimo.


O assessor de Planejamento da Saúde janaubense informou ainda que, na próxima semana haverá definição das atividades do Centro com os médicos, o que inclui consultas, exames; e em casos de urgência o serviço poderá também aberto à outras cidades.