Notícias

Taxistas de Janaúba se reúnem com prefeito Yuji Yamada

Roberta Bertolusci


Representantes da Associação de Taxistas de Janaúba (ATJ) estiveram reunidos, na última terça-feira, com o prefeito Yuji Yamada. Durante o encontro na prefeitura, os taxistas compartilharam problemas enfrentados pela classe como os táxis clandestinos circulando na cidade, a falta de fiscalização, sinalização e demarcação dos pontos de táxi. Outro assunto discutido foi o valor anual do ISS (Imposto sobre Serviços) cobrado de acordo com o Código Tributário Municipal (lei 1516/2002). Uma das reivindicações da classe é a redução deste valor que, atualmente, está em torno de 280 reais. 


O prefeito Yuji Yamada, acompanhado de assessores e do diretor municipal de Trânsito, Américo Soares, acolheu todas as reclamações que já estão sendo analisadas para buscar soluções.


O diretor de Trânsito, Américo Soares, esteve nos pontos de táxi, como na Rodoviária para avaliar, na prática, o que pode ser feito para regulamentar melhor o trabalho dos taxistas e melhorar a infraestrutura do Terminal Rodoviário. Umas das questões observadas foi a demarcação das áreas de acesso destes profissionais e uma melhor sinalização. Quanto à fiscalização, a prefeitura buscará a parceria das polícias. Segundo o diretor, a mudança não é rápida mas a atual administração se compromete a atender também esta demanda. Ele acredita que algumas medidas seriam a padronização dos táxis autorizados, a criação da faixa azul e melhor demarcação das áreas de acesso dos taxistas.


Américo adiantou ainda que já sendo desenvolvido um projeto de reestruturação do trânsito de Janaúba. Outra intenção da atual administração municipal é revitalizar a Rodoviária da cidade.


O presidente da ATJ, Jesulino Alves Costa, saiu da reunião animado. “Como representantes da classe, fomos buscar o apoio da prefeitura. Temos esperança que as coisas vão melhorar porque o atual prefeito foi muito atencioso e mostrou interesse e compromisso em nos proporcionar melhores condições de trabalho”, afirmou o presidente da Associação, em tom de expectativas positivas. Segundo ele, no município, são 41 táxis autorizados.