Notícias

Prefeito Yuji Yamada e Reitor do IFNMG assinam termo de cooperação para oferta de cursos profissionalizantes na Cidade de Janaúba

Os cursos profissionalizantes são gratuitos e, cada aluno matriculado e frequente, receberá uniforme, caderno, lápis, caneta, mochila e "pendrive".

O Prefeito Municipal de Janaúba, Yuji Yamada, e o Reitor do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), Professor José Ricardo Martins da Silva assinaram na última quarta-feira, 18 se setembro, em Montes Claros, o termo de cooperação entre as partes com o objetivo de ofertar à comunidade cursos profissionalizantes presenciais, na modalidade Formação Inicial Continuada (FIC) através do subprograma Bolsa Formação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC).


Os cursos profissionalizantes são gratuitos e, cada aluno matriculado e frequente, receberá uniforme, caderno, lápis, caneta, mochila e "pen drive". Além disso, os alunos também terão a ajuda financeira na ordem de R$ 9,00 (nove reais) por dia letivo. Esse valor é concedido aos estudantes para fazer frente a despesas de locomoção e alimentação do educando e será vinculada a efetiva frequência do mesmo às aulas. Alinhado a esses fatores está a qualidade garantida por uma instituição de ensino FEDERAL.


 


Esta oportunidade criada para o público de baixa renda representa não só uma capacitação, mas a chance para se iniciar em uma profissão, podendo ter continuação seja na Escola Técnica do Brasil Profissionalizado (Unimontes), na Unidade Educação Profissional (UEP - IFNMG) ou no Campus da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). Segundo o Prefeito Municipal de Janaúba, o esforço feito pela administração junto aos parceiros busca garantir aos janaubenses “melhores condições de ensino e acesso a educação profissionalizante que permitam que a população possa estudar no município, sem a necessidade de se deslocarem para outras cidades, e ao trabalharem na Cidade de Janaúba, contribuam para o desenvolvimento da região como um todo.”.


 


Levando em consideração o número de dias letivos de cada curso e o valor da bolsa recebida por cada aluno, a previsão é de que 11.080 (onze mil e oitenta pessoas) sejam capacitadas pelos cursos ofertados. Com isso haverá uma movimentação direta, somente com as bolsas oferecidas, de R$ 5.451.750,00 (Cinco milhões, quatrocentos e cinquenta e um mil e setecentos e cinquenta reais) e com a renumeração de professores, o valor de R$ 1.705.000,00 (Um milhão, setecentos e cinco mil reais) no período de dois anos, com uma média de quase R$ 300.000,00 (trezentos mil reais / mês).